Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

segunda-feira, setembro 15, 2014

Teresa Guilherme no Dança com Estrelas - já estou como o António Costa no outro dia ao dirigir-se ao Tó-Zero, 'eu não queria ser desagradável... mas...'. Talvez esteja mais magra mas, ó senhores, não tanto que justifique aquela amostra de vestido, não é...?


Foi mais um dia cheio que nem um ovo (voltei a casa do meu filho e, antes de me dedicar à terceira idade, estive em pinturas), sem conseguir estender-me durante o dia para me pôr a ler o Expresso e deixar-me ir levada pelo sono, coisa que apenas consegui depois de um retemperador banho ao chegar a casa já depois das 8 da noite. Portanto, chego a esta hora e a última coisa que me apetece é ouvir falar de coisas complicadas ou futebol. Felizmente cá em casa pusémo-nos de acordo e, numa de menor denominador comum, estamos a ver o Dança com as Estrelas. Gosto de ver dançar e, portanto, haveria condições para estar tranquilamente a ler os mails, a passar os olhos pelo Jornal de Negócios, enquanto vejo televisão. No entanto, a coisa não corre tão flat quanto devia.

Primeiro a Cristina Ferreira. Sendo bonita e tendo condições físicas para ser uma mulher interessante, é de tal forma 'popular' que se torna vulgar. Causa poluição sonora, grita, usa interjeições descabidas naquele contexto  - um estridente 'É pá...' é a torto e a direito - e tem uma postura corporal de susto, está sempre de perna aberta, deselegante.


Teresa Guilherme mais magra?

Teresa Guilherme com uma amostra de vestido
na final do Dança com as Estrelas com uma histriónica Cristina Ferreira


Mas eis que, então, depois dos concorrentes, das mães dos concorrentes, e de mais não sei o quê, aparece a anunciada Teresa Guilherme (em rampa de lançamento para mais uma Casa dos Segredos, claro). Tudo bem, não dançou mal de toodo, tem à vontade, tem uma presença televisiva forte. Mas, caraças, que vestidinho era aquele? Disse que perdeu 3 kg durante a semana de ensaios e acredito já que aquilo deve cansar. Mas, se está um pouco mais magra, isso não é passaporte para se vestir como se tivesse menos 30 anos e menos 13 kg. Mini-saia, vestidinho justo, um estrondo em potência. Mas pequenina como é, cabelão até meio das costas, mais parecia uma Miss Piggy. Se tivesse outro físico até poderia ter mais 30 anos e o modelito ficar-lhe bem. Mas assim, ó minha nossa.




E depois, no fim, a guincharia da Cristina Ferreira... 

Não dá para acreditar. Peguei na máquina fotográfica e registei alguns momentos pois repetiu alguns passos, os mais ridículos, perante a histeria da esfuziante apresentadora. 

Claro que, andando a rodopiar, algumas fotografias ficaram desfocadas mas, ainda assim, coloco-as aqui.

Um despropósito.

Quando se poderia estar em presença de momentos televisivos de entretenimento normais e até agradáveis, aparecem depois estes pormenores que levam tudo para o campo do popularucho brega. 

Bastava que alguém ensinasse a Cristina Ferreira a gritar menos, a saber comportar-se e a não estar sempre de perna aberta, e que quem escolhe os guarda-roupas tivesse em atenção o físico de quem pisa o palco, para que o programa tivesse mais algum nível. Assim, mais parece um programa humorístico.

Enfim.


É a televisão portuguesa generalista que temos.



3 comentários:

Concha disse...

Olá UJM!
Adorei ver os seus pintores e trolhas de palmo e meio!Devem ter-se sentido assim como que uns verdadeiros heróis.O que mais me impressiona nas criança,é sem dúvida a inocência com que se assumem gente grande ao lado dos crescidos e também acho uma delícia a facilidade com que passam a fronteira do real para o imaginário!
Gosto imenso de ver dançar,mas com classe.Uma grande falta de profissionalismo a vários niveis, aliás como infelizmente se observa noutros sectores.A Teresa Guilherme tem obrigação de saber quando assume uma postura ridícula, porque não é propriamente uma estreante.O Ted sobre sedução,muito bom!A reter(riso).Um beijinho e um bom início de semana.

FIRME disse...

POR DELICADEZA,DEVIA JÁ TER COMENTADO,TAMBEM A AZÁFAMA DA SUA TROPA...Mas faço-o hoje com o agrado dum que já foi jovem e que sempre sonhou revitalizar o espaço onde se quer ser feliz! Eu consegui lá prás terras do DOURO,restaurar as casas que me foram doadas,por quem tanto suou,prás conseguir!HOJE,não tiro qualquer usufruto desses bens!O IMI,SUBSTITUIU-ME NESSE PREVILÉGIO...Se como eu sempre desejei,recebesse os meus PAIS...Dir-lhes-ia...Esta casa já não é NOSSA!O meu pai talvez perguntasse? É DE QUEM? Eu diria ...não sei bem,diria eu atrapalhado! Duns PENDURAS,que vivem e prosperam lá pro terreiro dos passos...NO EX.5 OUTUBRO,VOU ATÉ LÁ...Espero que a chave abra a porta do que o meu pai me destinou! sou dos filhos que restam!Espero que um dia alguém diga;AQUI VIVEU GENTE DE BEM!!! Que a sua tropaS queridas,um dia vejam com orgulho o fruto do seu trabalhinho...DIZEM LÁ PRÁS TERRAS DO DEMO;...TRABALHO DE MENINO É POUCO? QUEM O DESPERDIÇA É LOUCO !

FIRME disse...

Os pequeninos,que um dia verão as imagens que,gente feliz sem lágrimas lhe estão a guardar...Vão dizer isto foi dos meus velhos...Irão ter orgulho,ou não me chame ZÉ !!! GENTE FELIZ,COM LÁGRIMAS,DUM AMIGO de estrada !