Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, março 27, 2014

Mário Crespo reforma-se e a SIC não renova o contrato com ele - ouvi a despedida e fiquei com pena. Logo agora que eu estava a ficar fã dele, é que ele se vai embora...? Quem é que agora vai fazer oposição a sério ao gang encabeçado por Passos & Portas....? Convido-vos a verem o vídeo com a emocionada despedida de Mário Crespo e, também, uma entrevista de Mário Crespo a António Lobo Antunes.


Andava eu agora sempre a ver quem é que o Crespo levava para se desbocar contra o Governo, já um bocado cansada da Constança que fala a uma velocidade estonteante e, portanto, a virar para a SIC Notícias e a ficar surpreendida com a assertividade e acutilância do Crespo, e eis que hoje sou surpreendida com as despedidas emocionadas que entendeu por bem fazer em directo, evocando os primórdios da sua profissão e alguns entrevistados que o marcaram.

Não se faz.





Não era antes pessoa que me cativasse mas a verdade é que se tornou uma bandeira contra este governo desgraçado. Estava a tornar-se um must.


SIC não renova contrato com SIC

Li agora que Mário Crespo, tendo atingido os 66 anos (pensei que fosse mais novo - está bem conservado!), tinha metido os papéis para a reforma e que, na sequência disso, a SIC N não renovou o contrato.


Pode ser que alguma outra televisão o contrate.

Entretanto, porque António Lobo Antunes foi um dos convidados que ficará na memória de Mário Crespo (referiu-o na despedida como um dos que gostaria de voltar a entrevistar) - e porque eu própria gosto de ver o escritor-psiquiatra a falar, blasé, nonchalant - aqui vos deixo com uma das entrevistas que este lhe fez no final do ano passado.


*

António Lobo Antunes no Jornal das 9 SIC Notícias com Mário Crespo



***

1 comentário:

Anónimo disse...

Era um dos registos da Sic Notícias que regularmente via. Ainda me recordo, não há muito tempo, a Catarina Martins do BE a pôr fora de si o José Matos Correia e o J.L. Arnault. Com o Mário Crespo a rir-se, discretamente.
P.Rufino