Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

Actualidade, livros, árvores, amores, ficções, memórias, maluquices, provocações, desatinos, brinca

quinta-feira, fevereiro 20, 2014

A vida como ela é - ou a explicação dos Lacerdas desta vida aos Moreira Ratos e outros que tais que papam juros de 5 e tal por cento enquanto a Alemanha paga juros que nem chegam a 2%. É na Porta dos Fundos, um lugar muito cá de casa.


Sucesso, dizem os ignorantes. Milagre, dizem os exagerados. Maravilha, dizem os papagaios. Porta-aviões dizem os vice-irrevogáveis.

Tudo charlatanice!

O Governo português andar a contratar mais dívida a 5 e tal por cento quando sabe que isso é um desastre, que soma juros à dívida que nunca vai poder pagar, é daquelas aberrações que mostram o desprezo pela inteligência e pela vida dos portugueses. Que ainda o apregoe como um feito a louvar só revela a falta de vergonha desta gente.

É apenas mais um dos crimes que está a ser cometido sem que uma oposição decente o denuncie. E, no entanto, está à vista de todos.


Transcrevo do Expresso:

A Alemanha acaba de colocar 5 mil milhões de euros em Bunds (obrigações) no prazo a 10 anos pagando uma taxa média de 1,75%, ligeiramente abaixo de 1,77%, a taxa que pagou em 29 de janeiro em operação similar.

Em termos comparativos, o IGCP, a agência de gestão da dívida portuguesa, pagou em 11 de fevereiro uma taxa de 5,112% na operação sindicada de reabertura de uma linha de obrigações que vence daqui a 10 anos. Um diferencial de mais de três pontos percentuais, ilustrativo da designada fragmentação da zona euro.



A vida como ela é - Porta dos Fundos



Sem comentários: